Atividade econômica inicia terceiro trimestre com crescimento

Consumo das famílias e do governo continua puxando a economia

Após a estagnação verificada em junho, a economia brasileira voltou a crescer em julho. De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal), a alta foi de 0,4% em julho/11, descontando-se as influências sazonais. Em relação ao mesmo mês de 2010, o crescimento da atividade econômica foi de 3,0% em julho/11, acumulando elevação de 3,5% nos primeiros sete meses de 2011. Já nos 12 meses encerrados em julho/11, houve expansão de 4,4% da atividade econômica.

Do ponto de vista da demanda agregada, a atividade econômica continua sendo puxada pelo consumo das famílias, o qual cresceu 1,1% em julho/11, acumulando alta de 5,8% no período de janeiro a julho de 2011. Também o consumo do governo ajudou a impulsionar a economia em julho/11, registrando expansão de 0,4%. Com isto, nos primeiros sete meses de 2011, o consumo do governo registra crescimento de 3,5%. Na ponta contrária, os investimentos caindo 2,5% e as exportações recuando 2,2% contribuíram negativamente para a expansão da economia brasileira no primeiro mês deste segundo semestre.

Já pelo prisma da oferta agregada, a recuperação da atividade industrial, avançando 0,7% em julho/11 após ter caído 1,3% no mês anterior e a alta de 0,3% da produção agropecuária exerceram influências mais significativas sobre a atividade econômica em julho/11.

Apesar da alta de 0,4% em julho/11, o cenário para o ritmo de crescimento econômico é de desaceleração. A variação anual da atividade econômica, isto é, o crescimento em relação ao mesmo mês do ano passado, recuou de 3,2% em junho/11 para 3,0% em julho/11 e o crescimento trimestral passou de 0,8% no trimestre encerrado em junho/11 para 0,7% nos três meses findos em julho/11. 

Tal desaceleração é fruto das medidas de aperto fiscal e monetário introduzidas pelo governo para se combater a alta da inflação, do agravamento do quadro externo e da alta das importações, salientam os economistas da Serasa Experian.