Inflação está recuando, garante Miriam Belchior

Brasília - As medidas de combate à inflação, adotadas pelo Banco Central e pelo governo federal, já estão surtindo efeito e a inflação começa a recuar, disse hoje (24) a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, ao participar do Fórum Interconselhos do Plano Plurianual (PPA). “Tanto o BC como o governo federal adotaram as medidas necessárias, como o corte de R$ 50 bilhões, para o combate à inflação. E elas já estão demonstrando o resultado que esperávamos”, disse Miriam.

A ministra elogiou também as iniciativas do governo em abrir espaço para as sugestões da sociedade civil e de entidades na definição de como os gastos do governo serão definidos no período entre 2012 e 2015.

“O PPA é um instrumento de compromissos e prioridades do governo para os próximos quatro anos. Para isso é fundamental que ouçamos representantes da sociedade civil e de entidades que querem dar sua contribuição”, disse a ministra.

Sobre as críticas a respeito do andamento das obras previstas para a Copa de 2014, Miriam Belchior garantiu que, para o governo, elas têm efeito motivador. “Toda preocupação com o andamento dessas obras é muito boa porque nos deixa, a todos que desejam o sucesso do evento, alertas.”

O Fórum Interconselhos do PPA reúne pela primeira vez os 34 conselheiros setoriais que compõem o grupo. Nele estão sendo apresentadas as novas metodologias de elaboração do PPA, segundo as quais as propostas passarão a resultar em políticas públicas com características mais interministerias, envolvendo o governo como um todo.

Com acesso direto ao ministério, os representantes setoriais desse conselho são o caminho indicado pelo governo para que qualquer entidade ou organização civil apresente as sugestões que têm para os investimentos a serem feitos pelo Estado no quadriênio 2012 – 2015.

“A lista de conselheiros representantes de cada setor nos estados pode ser facilmente localizadas no site do ministério. As entidades que desejarem apresentar suas sugestões devem procurá-los”, sugere a secretária de Planejamento do Ministério do Planejamento, Lúcia Falcon.