Bolsas europeias passam por correções e sobem

Depois de um dia de fortes quedas, as principais bolsas de valores europeias passaram por ajustes e finalizaram em alta. Segundo analistas, a falta de notícias ruins na região favoreceu os ganhos.

Com isso, no final da sessão, o índice FTSE-100, de Londres, expandiu 0,39%, aos 5.858 pontos. O CAC-40, de Paris, ganhou 0,25%, aos 3.916 pontos. E o DAX, de Frankfurt, valorizou 0,41% aos 7.150 pontos.

Na avaliação de Roberto Kropp, diretor do Daycoval Asset Management, como os investidores operaram muito pessimistas ontem (23) em função dos problemas na Grécia e Itália hoje o movimento foi de ajustes. “As bolsas caíram na sessão anterior com os agentes achando que o problema era sério, mas passou um dia e nada aconteceu. Com isso, eles corrigiram o pessimismo”, disse.

A agenda econômica da região esteve no foco dos investidores. O índice que mede a confiança do empresário (IFO) alemão na economia do país ficou estável em maio deste ano, aos 114,2 pontos, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto de Pesquisa Econômica, CESifo Group. O resultado veio melhor do que o previsto pelo mercado, que estimava retração para 113,7 pontos.

Ainda no país, o Produto Interno Bruto (PIB) alemão expandiu de 1,5% no primeiro trimestre deste ano, ante período anterior, segundo informações da Destatis. Na comparação com os mesmos meses de 2010, o PIB da Alemanha avançou 5,2% de janeiro a março deste ano

Já os novos pedidos às indústrias na zona do euro decresceram 1,8% em março deste ano, na comparação com fevereiro, de acordo com a Eurostat. O número veio pior do que o previsto pelo mercado, que estimava retração de 1,1%.