Após fechar em alta na véspera, dólar abre em queda nesta terça-feira

Após fechar em alta de 1,05% na véspera, a moeda norteamericana opera com desvalorização de 0,31% nesta manhã, cotada a R$ 1,628 para venda.

Nesta manhã de terça-feira, os players repercutem a notícia da elevação do rating soberano do Brasil pela Standard & Poor's. Os mercados já estavam fechados ontem quando a agência de classificação de risco elevou a perspectiva do rating do Brasil de estável para positiva.

Segundo Miriam Tavares, diretora da AGK, diante desta notícia, é provável que, apesar do cenário externo bastante ruim e da aversão ao risco predominante lá fora, o desempenho dos preços dos ativos brasileiros  se descole um pouco mais do mercado externo.

No front externo, foi divulgado o Produto Interno Bruto (PIB) alemão que registrou acréscimo de 1,5% no primeiro trimestre deste ano, ante os três meses imediatamente anteriores, ultrapassando assim o período pré-crise (início de 2008), segundo informações divulgadas  pelo Escritório Federal de Estatística do país, Destatis. No último trimestre de 2010 o PIB avançou 0,4% ante o trimestre anterior.

Já o Índice que mede a confiança do empresário (IFO) alemão na economia do país ficou estável em maio deste ano, aos 114,2 pontos, segundo dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica, CESifo Group. O resultado veio melhor do que o previsto pelo mercado, que estimava retração para 113,7 pontos.

Por aqui, a agenda doméstica segue vazia, destaque para a Confederação Nacional da Indústria (CNI) que divulgará a Sondagem Industrial de abril de 2011.