BNDES libera financiamento de R$ 1,2 bilhão para empresa do setor de papel

 

Rio de Janeiro - A empresa Suzano, do setor de papel e celulose, vai receber novo financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de R$ 1,2 bilhão. O anúncio foi feito hoje (5) pelo banco.

O empréstimo foi aprovado na modalidade de limite de crédito, o que significa que os recursos serão concedidos em parcelas, de acordo com o cronograma e a necessidade de investimentos da companhia. Segundo o BNDES, isso torna mais ágil o processo de liberação dos recursos, uma vez que não há necessidade de apresentação de carta consulta.

O financiamento se refere ao plano de investimento da Suzano Papel e Celulose no período de 2011/2015. O plano objetiva a formação de florestas para suprimento de madeira destinada às cinco fábricas da empresa nos estados da Bahia e de São Paulo, bem como para as novas unidades industriais no Maranhão e no Piauí.

O investimento total que será aportado pela empresa atinge R$ 2,2 bilhões, informou o BNDES por meio da assessoria de imprensa.

Esse é o segundo empréstimo concedido pelo BNDES à Suzano na modalidade de limite de crédito. A primeira operação foi feita em 2009 e somou R$ 705 milhões.

No ano passado, os financiamentos aprovados pelo BNDES para a Suzano totalizaram R$ 3,148 bilhões.