China vai aumentar as reservas obrigatórias de seus bancos

PEQUIM -O Banco Central chinês anunciou neste domingo que vai ordenar aos bancos que aumentem o nível de suas reservas de liquidez, a fim de reduzir o crédito e lutar contra a inflação.

Os bancos terão de aumentar suas reservas 0,5%, medida que será aplicada a partir de quinta-feira, indicou o Banco Central.

A instituição já havia ordenado em fevereiro o aumento das reservas de alguns bancos de pequena ou média importância a fim de controlar o volume de créditos e a inflação.

O aumento das reservas, expressado em porcentagem dos depósitos que os bancos devem ter no Banco Central, limita o volume de empréstimos que as instituições bancárias podem conceder a seus clientes e contribui, portanto, com a desaceleração do crescimento da massa monetária e lutar contra a inflação.

Esta medida foi tomada depois que na sexta-feira a China anunciou um crescimento de 9,7% do Produto Interno Bruto no primeiro trimestre do ano, mas uma inflação em aumento até alcançar 5,4% em março, seu nível mais alto desde julho de 2008.