LDO indica que economia terá crescimento de 5% em 2012

Brasília – O Ministério do Planejamento distribuiu há pouco o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2012, que acaba de ser enviado ao Congresso Nacional.

Os parâmetros da LDO indicam crescimento real da economia, neste ano, de 4,5% e fazem projeções de 5% para 2012, e de 5,5% para 2013 e 2014.

O projeto manteve a projeção de aumento do salário mínimo para 2012, estipulando o valor em R$ 616,34. Para 2013, a estimativa é que o mínimo fique em R$ 676,35 e, em 2014, R$ 745,66.

As projeções da LDO foram feitas com base numa taxa de câmbio de R$ 1,69, no final deste ano. Em 2012, o dólar estaria em R$ 1,76; em 2013, R$ 1,82; e em 2014, R$ 1,86.

Os cálculos do governo para o projeto da LDO foram feitos com base na taxa básica de juros atual (Selic), que está em 11,75% ao ano. O projeto estima redução da Selic para 10,75% ao ano, no final de 2012; 10%, no final de 2013; e 8,5%, no final de 2014.

O governo argumenta, ao justificar os números da LDO de 2012, que as medidas de política monetária que constam do projeto são suficientes para controlar a inflação, reduzindo-a para níveis compatíveis com o centro da meta (4,5%) já a partir do ano que vem.