Comércio mundial crescerá apenas 6,5% em 2011 após recorde em 2010

GENEBRA - O comércio mundial sofrerá uma forte desaceleração em 2011, com um crescimento previsto de 6,5%, depois de ter registrado uma avanço recorde de 14,5% em 2010, anunciou nesta quinta-feira a Organização Mundial do Comércio (OMC).

"Depois do aumento sem precedentes de 14,5% do volume de exportações em 2010, o crescimento do comércio mundial deve voltar a um nível mais modesto de 6,5% em 2011", afirma um comunicado da OMC.

"O forte aumento do volume de negócios ano passado permitiu ao comércio mundial recuperar o nível de antes da crise, mas não a tendência a longo prazo", completa o texto. "O ano de 2010 registrou o maior aumento anual registrado desde o início das séries estatísticas em 1950, mas 2011 continua submetido a várias incertezas", destaca a organização.

A OMC ressalta que as sequelas da crise ainda são percebidas. Além disso, o impacto do terremoto, tsunami e catástrofe nuclear no Japão, assim como as revoltas nos países produtores de petróleo e a alta nos preços dos alimentos, continuam sendo dificilmente quantificáveis.

Por este motivo, o prognóstico de um crescimento de 6,5% do volume de comércio em 2011, baseado em um crescimento da economia mundial de 3,1%, pode ser afetado, adverte a OMC.