Perto da estabilidade, dólar fecha a R$ 1,664

 

 

Em um dia de menor atuação direta do Banco Central (BC), o dólar entrou no mês de março com uma certa estabilidade perante a moeda nacional. A divisa fechou a sessão cotada a R$ 1,664, com variação positiva de 0,06%, o que diferenciava em apenas quatro centavos da máxima, de R$ 1,664, e da mínima da sessão, de R$ 1,660.

Na véspera, o BC chegou a realizar dois leilões de compra de dólares no segmento a termo, dois no mercado à vista e uma operação de swap cambial reverso. Já na sessão, a autoridade monetária apenas fez um leilão de aquisição de dólares no mercado à vista e outro a termo.

Frente à divisas internacionais, o dólar registrava variação positiva de 0,04% ainda no final da tarde, se mantendo na mínima em três meses e meio. Além disso, a moeda americana estava em situação desfavorável pelas perspectivas de aumento do juro na Europa antes que nos Estados Unidos.