Mercado de locação de automóveis movimenta R$ 5,7 bilhões

SÃO PAULO - O faturamento do setor de aluguel de automóveis no Brasil deve alcançar R$ 5,7 bilhões em 2010, um crescimento de 30% em comparação com o ano anterior, segundo estimativas da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla ). Para 2011, a associação prevê que a alta deve ser menor, entre 10,5% e 11%.

Os investimentos em infraestrutura, que acabam fomentando a terceirização de frotas, e a expansão da atividade turística no país são apontados como os responsáveis para o bom desempenho do setor em 2010. A frota de veículos, que em 2009 era de aproximadamente de 400 mil carros, registrou alta que pode variar de 13% a 14%, também segundo a Abla. E a expectativa é que essa quantidade dobre até 2016, ano em que o Brasil sediará as Olimpíadas.

Para a entidade que representa as locadoras, o que explica o crescimento menor da frota, em relação ao faturamento, é a recuperação de preços. “O valor do ticket médio voltou a crescer, fechou o ano em R$ 85 e o mercado continua em alta. Acreditamos agora na estabilização desse preço”, diz o presidente do Conselho Nacional da Abla, Paulo Gaba Júnior.

Ele explica ainda que o setor tem registrado aumento, porém, sem que haja acréscimo significativo no número de empresas. “O que está acontecendo é um amadurecimento do setor, então as empresas tradicionais, mais profissionalizadas, estão crescendo e se afirmando cada vez mais no mercado.”