Novo valor do mínimo pode ser discutido amanhã na reunião ministerial

Um novo valor para o salário mínimo poderá ser discutido na reunião ministerial de amanhã (14). A informação foi dada hoje (13) pelo ministro do Trabalho e Emprego, durante entrevista coletiva sobre a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores dos municípios atingidos pelas chuvas.

A reunião ministerial, prevista para as 14h no Palácio do Planalto, servirá para os ministros se inteirarem sobre a conjuntura econômica no Brasil e no mundo. Além disso, servirá para que eles se conheçam, pois muitos ministérios tiveram mudanças de dirigentes.  

O valor do salário mínimo para 2011, R$ 540, foi definido em medida provisória (MP) editada nos últimos dias de 2010 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As centrais sindicais pedem que salário seja reajustado para R$ 580. 

Lupi já disse que esse é um assunto para ser discutido no Congresso Nacional, que deverá tratar do o assunto em fevereiro, quando começa a nova legislatura. O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que a MP do Mínimo só deverá ser votada em meados de março, mas é consenso entre os parlamentares um valor acima da inflação.

As centrais sindicais protocolaram ontem (12) uma carta, que deverá ser entregue à presidenta Dilma Rousseff, na qual pedem o aumento do salário mínimo e a correção da tabela do Imposto de Renda pelo índice de inflação, de 6,43%, entre outros assuntos.