Setor da construção civil está otimista em relação à economia

 

Brasília - Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que o empresário da construção civil está otimista em relação à economia. O indicador do nível de atividade caiu de de 53,8 pontos, em outubro, para 53 pontos, em novembro, mas, ainda assim, ficou acima de 50, o que indica crescimento.

De acordo com a CNI, a expansão do nível de atividade se deu de forma mais intensa entre as grandes empresas, cujo indicador ficou em 56 pontos. Nas pequenas, o indicador chegou a 50,5 pontos e na média passou para 52,4 pontos.

A CNI destacou ainda que o mercado da construção civil continua aquecido, com o nível de atividade acima do usual para o mês de novembro, com indicador em 54,3 pontos ante aos 54,1 pontos registrados em outubro.

Em relação aos próximos seis meses, os empresários do setor também estão otimistas. Em relação à evolução do nível de atividade, o indicador passou de 59,5 pontos, em novembro, para 61,5 pontos, em dezembro. No caso de novos empreendimentos e serviços, houve uma elevação de 60,2 pontos pra 62,8 pontos. Quanto a compras de insumos e matérias-primas, a elevação foi de 58,7 pontos para 61,5 pontos.