IPC-S diminui após cinco semanas de alta

RIO - O IPC-S de 15 de dezembro de 2010 apresentou variação de 1,06%, 0,08 ponto percentual abaixo da taxa registrada na última divulgação. Após cinco semanas consecutivas em aceleração, o índice voltou a apresentar decréscimo em sua taxa de variação, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A principal contribuição para a desaceleração do índice partiu do grupo Alimentação, cuja taxa passou de 2,72% para 2,45%.  Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento dos itens: carnes bovinas (10,63% para 8,35%) e frutas (5,67% para 5,13%).

Contribuíram também para o recuo da taxa do IPC-S, os grupos: Transportes (0,67% para 0,57%) e Habitação (0,45% para 0,41%). Nestas classes de despesa, destacam-se os itens: gasolina (1,06% para 0,66%) e tarifa de telefone fixo residencial (0,16% para 0,11%), nesta ordem.

Em sentido oposto, registraram acréscimos em suas taxas de variação os grupos: Vestuário (0,76% para 0,96%), Educação, Leitura e Recreação (0,34% para 0,42%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,47% para 0,51%) e Despesas Diversas (0,37% para 0,39%). Os destaques em cada uma destas classes de despesa foram: roupas (0,82% para 1,12%), passagem aérea (9,81% para 14,55%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,45% para 0,69%) e cerveja (2,42% para 2,94%), respectivamente.