Governo está preocupado com a aprovação do Orçamento, diz ministro

BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse nesta quinta-feira que o governo está preocupado com a aprovação do Orçamento da União de 2011, que tramita no Congresso Nacional. O ministro lembrou que faltam menos de 45 dias para a mudança de governo. “Ele terá que ser votado até o último dia do ano para que a presidente eleita possa executar em boas condições o Orçamento equilibrado e fazer investimentos”, afirmou Paulo Bernardo, ao participar do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços.

Na entrevista, ele disse que o governo não tem “um pacote de medidas fiscais” a ser adotado para facilitar a próxima administração, que tomará posse em 1° de janeiro. Segundo Paulo Bernardo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva orientou, em reunião com ministros, que é preciso garantir a austeridade do Orçamento, para não haver dificuldade no primeiro ano do novo governo.

Ele também informou que os novos critérios para o reajuste dos benefícios do Programa Bolsa Família devem ser definidos no início do próximo ano, depois da posse de Dilma. Segundo o ministro, vários estudos foram elaborados, mas ainda não há nada de concreto sobre o melhor critério para o reajuste.

“Seria um critério como acontece com as aposentadorias, com outros benefícios. Se você definir um critério – eu não sei ainda qual será definido –, acaba com o problema de acusar o governo de tentar manipular voto com o Bolsa Família.”