Safra 2010/2011 deverá ser menor que a deste ano, diz Conab

BRASÍLIA - A safra de grãos 2010/2011 deverá ter redução de até 2,48 milhões de toneladas em relação ao ciclo 2009/2010, fechado no último mês de setembro. A estimativa foi divulgada hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A expectativa é de que sejam colhidas no próximo ano entre 146,26 milhões de toneladas e 148,82 milhões de toneladas de grãos no país.

A safra fechada neste ano (2009/2010) chegou ao recorde de 148,82 milhões de toneladas. O levantamento divulgado hoje pela Conab é o segundo para o próximo ciclo, quando deverá ter destaque a produção de trigo, algodão, feijão e arroz. Todos os anos são feitos 12 levantamentos, um a cada mês. A pesquisa leva em conta intervalos de produção e de área para a intenção de plantio e a influência do clima sobre a produção.

A colheita de trigo deverá chegar a 5,6 milhões de toneladas, contra 5,02 milhões obtidos na safra anterior. O algodão em caroço deverá ter a colheita elevada de 2,56 milhões de toneladas a 2,72 milhões de toneladas. Na safra 2009/2010 a colheita somou 1,84 milhão de toneladas. A soja deverá render entre 67,69 milhões de toneladas e 69 milhões de toneladas, contra 68,68 milhões de toneladas colhidas no ciclo anterior.

A colheita total de feijão poderá chegar a 3,4 milhões de toneladas contra 3,256 milhões de toneladas obtidos na safra fechada este ano. No próximo ano deverá haver redução na colheita de milho (51,83 milhões de toneladas a 52,71 milhões de toneladas, contra 56 milhões de toneladas colhidos este ano).

Segundo o diretor de Política Agrícola e Informação da Conab, Airton Porto, o levantamento de janeiro deverá revelar números mais aproximados da próxima safra.