Mantega irá propor em reunião do G20 substituição do dólar como "moeda" do FMI

O ministro da Fazenda, Guido Mantega disse que irá propor, na reunião desta quarta-feira, em Seul, que o dólar seja substituido por uma cesta de moedas, chamada DES (Direitos Especiais de Saque). Apesar da proposta ser bem ousada, Mantega acredita que com sua inclusão, pelo menos, parte dos US$ 600 bilhões que irrigarão a economia dos EUA nos próximos oito meses irão para países produtores de commodities - fato que valorizaria mais o real, que já está forte, e prejudicaria as exportações brasileiras. Entretanto, provocaria inflação no mercado de commodities com óbvios reflexos nos preços internos.

A cesta de moedas, atualmente, é formada pelo dólar, pelo euro, pelo iene japonês e pela libra esterlina britânica. Mantega quer que sejam incluídos o real brasileiro e o iuan chinês. 

O ministro afirmou não saber se o presidente Lula falará desta proposta durante a reunião na cúpula.