Inflação "do aluguel" desacelera a 1,01% em outubro

      RIO -  O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) desacelerou a alta para 1,01% em outubro, ante taxa de 1,15% em setembro, segundo informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. O indicador é amplamente utilizado na correção de contratos de aluguel. Em 2010, o IGP-M acumula inflação de 8,98% e os últimos 12 meses apontam taxa de 8,81%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve variação de 1,3%, ante 1,6% no mês anterior. Os itens algodão (em caroço) (30,97% para 2,40%), minério de ferro (0,28% para -3,83%) e bovinos (5,85% para 4,28%) foram alguns dos responsáveis pela desaceleração do grupo. No entanto, houve aceleração em itens como soja (3,07% para 5,04%), mandioca (-1,52% para 13,31%) e leite in natura (-3,39% para -0,03%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,56%, após variação de 0,34% em setembro. Seis dos sete grupos componentes do índice apresentaram acréscimos em suas taxas de variação, com destaque para Alimentação (0,56% para 1,23%). Entre as principais altas estão arroz e feijão (-1,63% para 7,04%), hortaliças e legumes (-4,07% para -1,70%) e laticínios (-0,01% para 1,56%).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em outubro, variação de 0,15%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,20%. Os três grupos componentes do índice apresentaram desaceleração: Materiais e Equipamentos, de 0,36% para 0,26%, Serviços, de 0,32% para 0,29%, e Mão de Obra, de 0,04% para 0,03%.