Bolsas da Ásia fecham em tendência de baixa

    SÃO PAULO - Os índices acionários da Ásia fecharam, em sua maioria, em tendência de queda nesta quarta-feira, puxados por dados econômicos negativos nos Estados Unidos e pela divulgação do índice de inflação divulgado hoje na Austrália, que veio abaixo do esperado.

Já no Japão, o dia foi de leves ganhos, após uma ligeira recuperação do dólar no início da sessão, ocasionada pela expectativa de que a reunião do FED (Federal Reserve, Banco Central dos EUA), prevista para próxima semana, resulte em novas medidas de apoio monetário à economia do país. Porém, o fraco desempenho dos outros mercados da asiáticos limitou os ganhos no mercado nipônico.

Na Austrália, as ações registraram desvalorização, em sua maior parte, após o resultado divulgado da inflação no País ter ficado abaixo do esperado pelos especialistas, impedindo a possibilidade de novas medidas de apoio do governo, pelo menos momentaneamente. A notícia fez com que o dólar australiano recuasse e chegasse a um nível recorde alcançado no início deste mês, quando brevemente alcançou a paridade com o dólar.

Desta forma, em Tóquio, o índice Nikkei 225 subiu 0,10%, para 9.387,03 pontos, ao mesmo tempo que em Seul, o índice Kospi caiu 0,51%, para 1.909,54 pontos. Já em Xangai, o índice Xangai Composto recuou 1,46%, para 2.997,05 pontos, e em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 1,85%, para 23.164,58 pontos.

(Gabriel Nunes - Agência IN)