Aluguel em SP fica 12,8% mais caro em 1 ano, diz Secovi

     SÃO PAULO - Os contratos de aluguel residencial fechados em setembro apresentaram aumento médio de 1,7%, em relação ao mês imediatamente anterior, na cidade de São Paulo, segundo levantamento do Secovi-SP divulgado nesta quinta-feira. No acumulado em 12 meses, o preço de alugar uma residência na capital paulista subiu 12,8%, quase três vezes mais a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no mesmo período, que foi de 4,49%.

Com a demanda maior que a oferta, as unidades com apenas um dormitório tiveram aumento ainda maior, de 2,4% ante agosto. "Os imóveis de um dormitório são uma raridade hoje em dia no mercado paulistano. Dependendo da localização e do estado de conservação, há uma fila de interessados em locar esse tipo de moradia", afirma em nota Hilton Pecorari Baptista, diretor de locação residencial do Secovi-SP.

De acordo com o estudo, um imóvel de três quartos localizado na Zona Norte e em bom estado de conservação possuiria aluguel situado entre R$ 13,44 e R$ 13,87 por metro quadrado - uma moradia de 90 metros quadrados teria aluguel entre R$ 1.210 a R$ 1.248.