Mercados da Ásia fecham semana em leve queda

     SÃO PAULO - As bolsas asiáticas encerraram a semana em leve tendência de queda, sendo a sexta-feira marcada pela cautela dos investidores em relação aos dados a serem divulgados ainda hoje nos Estados Unidos, referentes a situação do emprego no país, e a persistente alta do iene frente ao dólar.

Além disso, os mercados da Ásia tiveram um dia de preocupações relacionadas às perspectivas de lucros da grandes empresas do varejo, fazendo com que os investidores se mantivessem cautelosos ao longo da operação.
No Japão, o iene se apresentou em forte valorização em relação ao dólar, o que diminuiu o ritmo das exportações no país e na região, e dessa forma, ações de gigantes como a Toyota Motor caíram mais de 2%.

No entanto, na China, o dia foi de fortes lucros, com os aplicadores animados com o resultado das vendas no varejo do país, investindo no mercado local após o mesmo permanecer fora de operação desde o começo da semana, em função de um feriado nacional.

O mercado, porém,  segue aguardando a divulgação do índice que mostra o número de empregos gerados pela economia, as horas trabalhadas e a taxa de desemprego, referente a setembro, nos Estados Unidos.

Assim, em Tóquio, o índice Nikkei 225 caiu 0,99%, para 9.588,88 pontos, ao mesmo tempo que em Seul, o índice Kospi caiu 0,20%, para 1.897,07 pontos. Já em Xangai, o índice Xangai Composto avançou 3,13%, para 2.738,74 pontos, e em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,26% para 22.944,18 pontos.

(Gabriel Nunes - Agência IN)