Após recorde, confiança do consumidor em SP tem leve queda

 

A confiança do consumidor apresentou uma leve baixa, mas segue em um nível elevado em setembro, informou uma pesquisa ACSP/Ipsos nesta quinta-feira. Isso porque o Índice Nacional de Confiança de setembro registrou 153 pontos, uma queda de dois pontos ante o recorde de 155 em agosto, mas um avanço em relação aos 135 pontos de setembro de 2009.

De acordo com o estudo, o consumidor permanecerá otimista e deve aumentar seu ímpeto no final de ano, que "tudo indica será bastante favorável para as vendas em geral".

"O comércio está feliz com esse resultado, que mostra que o nível de confiança do nosso consumidor subiu bem em relação ao ano passado e vem em ascensão este ano, indicando que deveremos ter um dos melhores natais da década", disse Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Divisões

Na divisão por regiões, as mais otimistas seguem sendo o Norte e o Centro-Oeste, com 181 pontos, índice menor que os 200 pontos em agosto. Entre as classes sociais, a classe C segue liderando o indicador, mantendo os 164 pontos de agosto.

Para o consumo de itens com maior valor agregado, como eletrodomésticos, a porcentagem dos consumidores que se sentem mais à vontade para a aquisição subiu de 46% em agosto para 47% em setembro, enquanto número de menos favoráveis se manteve em 26%.