Goldman Sachs rebaixa recomendação de ações da Microsoft

SÃO PAULO, 4 de outubro de 2010 - Os analistas do Goldman Sachs rebaixaram as ações da Microsoft para "neutras", destacando que a empresa se esforça para conquistar participação de mercado em aparelhos celulares.

A Microsoft foi removido da lista do America's Buy List, com um preço-alvo de US$ 28 em vez de US$ 32, afirmaram os analistas do Goldman Sachs, em uma nota aos clientes.

A empresa precisa de ganhar "uma firme posição no crescente migração para dispositivos móveis", a fim de melhorar o sentimento do investidor, definiram.

(Redação com agências internacionais - Agência IN)