Empresas de papel investem na redução de poluentes

SÃO PAULO, 4 de outubro de 2010 - O setor de papel e celulose começa a investir na redução de emissões de gases que acarretam no efeito estufa. De acordo com informações da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), as empresas do segmento buscam adaptar suas instalações às normas técnicas internacionais.

"Queremos colaborar para a inserção do setor nas políticas de mudanças climáticas. Com a elaboração de inventários das emissões de carbono, vamos padronizar metodologias e estipular metas de reduções", destacou Afonso Moura, gerente técnico da ABTCP.

Moura afirmou também que busca mobilizar os setores envolvidos com a indústria de papel e celulose para melhorar a eficiência ambiental das empresas. "Trabalhamos com três frentes. Uma fiscal, outra tributária e uma terceira relacionada à pesquisa e desenvolvimento. Neste aspecto teremos múltiplas ações para efetivamente contribuir na redução das emissões de carbono", concluiu.

Entre outras medidas anunciadas pela entidade estão o trabalho no genoma do eucalipto, visando fazer com que a cultura seja mais resistente em ambientes que sofram com as mudanças climáticas.

(Humberto Domiciano - Agência IN)