Produção industrial vem abaixo das expectativas do mercado

SÃO PAULO, 1 de outubro de 2010 - O resultado da produção industrial de agosto veio abaixo das expectativas do mercado que esperava alta de 0,4% na margem. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelaram que a produção industrial brasileira caiu 0,1% em agosto deste ano, na comparação com o mês anterior, quando o índice avançou 0,6%

Analisando os dados desagregadamente, observa-se retração na maior parte das categorias, com destaque para a queda da produção de bens intermediários, de 1,5% em relação ao mês anterior. Por atividades, houve queda marginal em 16 dos 27 segmentos da pesquisa, com destaque para o setor de metalurgia básica, que teve retração de 5,8% e também da produção e refino de combustível, que se retraiu 7,9% em decorrência da paralisação técnica em uma unidade produtiva de óleo diesel.

Para Octavio de Barros, diretor de pesquisas e estudos econômicos do Bradesco, de maneira geral, o desempenho da indústria em agosto foi explicado parcialmente por fatores pontuais (produção e refino de combustíveis), mas também por uma surpresa para baixo disseminada entre a produção de bens de consumo duráveis e semiduráveis. Esse quadro reforça a desaceleração do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) esperada para o terceiro trimestre.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)