Produção abaixo do esperado estimula queda dos DIs

SÃO PAULO, 1 de outubro de 2010 - Os prêmios dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) encerraram o dia sinalizando queda na maioria dos vencimentos com os investidores repercutindo o resultado abaixo do esperado da produção industrial brasileira.

Na BM&FBovespa, o contrato de DI com vencimento em janeiro de 2012 apontou taxa anual de 11,43%, ante 11,51% da véspera. O DI de janeiro de 2013 projetou juro de 11,80%, contra 11,89% do último ajuste.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelaram que a produção industrial brasileira registrou decréscimo de 0,1% em agosto deste ano, na comparação com o mês anterior, quando o índice avançou 0,6%. Vale lembrar que o mercado esperava alta de 0,4% na margem.

Ainda na agenda do dia, foi informado que Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 30 de setembro de 2010 apresentou variação de 0,46%, 0,06 ponto percentual acima da taxa registrada na última divulgação.

Já a venda de veículos caiu 1,84% em setembro deste ano na comparação com o mês de agosto, de acordo com o balanço divulgado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Economistas avaliam que diante de uma atividade industrial morna e ambiente global de juros reais muito baixos, além da inflação baixa apresentada pelo Banco Central (BC) Relatório de Inflação do Terceiro Trimestre do Banco Central (BC), a taxa de Selic ficará estável em 10,75% neste ano e em 2011.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)