ANS estabelece prazos máximos para atendimento

SÃO PAULO, 30 de setembro de 2010 - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu hoje os prazos máximos para o atendimento dos planos de saúde. Segundo o comunicado, uma consulta básica tem que acontecer no máximo em sete dias.

Além disso, os serviços de diagnóstico por laboratório clínico ficam limitados a três dias. Já os procedimentos de alta complexidade e internações eletivas terão que ser realizados em no máximo 21 dias.

Para a elaboração dos prazos foram consultadas 1.162 operadoras que receberam o ofício sobre a pesquisa, 840 participaram, o que significa 72,3% do total. Dessas 415 responderam ao questionário do prazo praticado e 425 ao questionário do prazo considerado razoável. As operadoras que responderam a pesquisa atendem a pouco mais de 42 milhões de beneficiários, 89% do total existente no País.

(Redação - Agência IN)