Com integração de bolsas, México perderia posição

SÃO PAULO, 29 de setembro de 2010 - Tendo em vista à informação de que haverá a integração das bolsas Peruana, Chilena e Colombiana as quais deverão iniciar negociações o próximo dia 22 de novembro, a Economatica verifica que o valor de mercado dos três mercados é de US$ 594,8 bilhões o que a colocaria a frente do mercado mexicano que tem valor de mercado de US$ 437,0 bilhões. O Brasil atualmente possui valor de mercado de US$ 1.373 bilhão.

No aspecto liquidez o novo mercado criado pelos três paises teve movimento financeiro médio diário no mês de setembro de US$ 334,3 milhões o que o colocara na terceira posição atrás de Brasil e México.

A maior empresa por valor de mercado da integração é a Ecopetrol da Colômbia com US$ 81,6 bilhões seguida pela Copec do Chile com US$ 24,1 bilhões. Entre as ações mais líquidas a empresa chilena de mineração Sociedad Quimica Y Minera De Chile S.A. é a maior com US$ 23,3 milhões negociados em média no mês de setembro de 2010 a segunda com maior liquidez é a LAN Chile com US$ 23,2 milhões dia.

(Redação - Agência IN)