Integração da Marfrig com Keystone pode baixar endividamento

SÃO PAULO, 24 de setembro de 2010 - A integração das operações da Marfrig (MRFG3) com a Keystone foram recebidas com otimismo pelo mercado e, segundo análise da SLW Corretora, contribuirá para diminuir o endividamento do grupo.

"Acreditamos que a integração da Keystone já a partir do quarto trimestre permitirá à companhia dar início ao processo de captação de sinergias, assim como também esperamos que isso possibilite atingir níveis de endividamento mais baixos, através da geração de caixa da Keystone", afirma Cauê Pinheiro, economista da SLW Corretora.

A Marfrig anunciou que obteve autorização para a conclusão da operação de aquisição da Keystone Foods, por todos os órgãos anti-trust envolvidos. Dessa forma, a empresa efetuará o pagamento da operação no dia 1º de outubro e a consolidação dos resultados já acontece a partir do quarto trimestre deste ano, o que gerou impacto positivo nas ações no pregão de ontem.

"Vale lembrar que o valor acordado para a compra da Keystone foi R$ 2,15 bilhões, e para financiar a operação a Marfrig emitiu debêntures conversíveis em ações totalizando R$ 2,5 bilhões, que foram totalmente subscritas pelo BNDESPAR", aponta.

Com a consolidação dos resultados de Keystone, deve-se agregar aproximadamente R$ 2,8 bilhões a receita do quarto trimestre da Marfrig. "É importante também mencionar que as sinergias anuais estimadas pela companhia são de R$ 85,5 milhões".

(SV - Agência IN)