Governo autoriza cubanos a abrir pequenos negócios em 178 atividades

     HAVANA -  A partir de outubro, o governo de Raúl Castro permitirá que os cubanos abram pequenos negócios em 178 ramos, além de alugar imóveis, como parte do plano de eliminar 500 mil empregos estatais nos próximos seis meses, segundo um artigo publicado no jornal Granma.

"A medida de flexibilizar o trabalho por conta própria é uma das decisões tomadas pelo país na reformulação de sua política econômica, para aumentar os níveis de produtividade e eficiência", anunciou o órgão do Partido Comunista (PCC).

A vice-ministra do Ministério do Trabalho e Segurança Social, Admi Valhuerdi Cepero, explicou que em 83 das 178 atividades - sete novas -, os cubanos poderão contratar livremente seus funcionários, e não apenas familiares.