Blockbuster pede concordata para diminuir dívida de US$1 bilhão

SÃO PAULO, 23 de setembro de 2010 - A Blockbuster, rede de locadoras de vídeo, fez pedido de concordata a seus credores para reduzir a dívida da companhia para cerca de US$ 100 milhões. Atualmente, a dívida chega a US$ 1 bilhão.

Diante disso, aproximadamente 80% dos credores concordaram em prosseguir com o plano estratégico, enquanto a companhia passa por recuperação judicial. De acordo com comunicado da empresa, "todas as operações da Blockbuster nos Estados Unidos, incluindo lojas, quiosques de venda de DVD, por correio e negócios digitais, continuarão abertas. Além disso, os serviços prestados, como o acesso aos novos lançamentos no primeiro dia, também não serão afetados".

"A decisão anunciada hoje fornece o caminho ideal para recapitalizar nosso balanço e posicionamento para o futuro" disse Jim Keyes, presidente e CEO da rede.

(NM - Agência IN)