Médicos liberam Fernando Lugo para atividades externas

SÃO PAULO, 22 de setembro de 2010 - Em tratamento para a cura de um câncer linfático, o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, foi liberado para os compromissos de agenda política, sem restrições médicas. As informações são da Presidência da República do Paraguai. O boletim médico divulgado hoje informa que Lugo não apresenta reações às sessões de quimioterapia nem tem febre.

O estado geral de saúde de Lugo levou os médicos à liberação de sua agenda para, inclusive, atividades externas. Até a divulgação deste boletim, a orientação é para o presidente evitar aglomerações, pois haveria risco de contaminações.

Porém, Lugo não seguiu à risca as ordens médicas. Na última sexta-feira (17) ele foi ao Chile para as cerimônias do Bicentenário da Independência do Chile. Na segunda-feira (20) o presidente viajou a cidade de Primero de Marzo para inaugurar obras rodoviárias e visitar uma fábrica de doce.

Apesar do câncer, Lugo tenta manter o mesmo ritmo de vida de antes de constatar a doença. Ele já se submeteu a duas sessões de quimioterapia, das seis que estão prescritas. Em geral, o presidente usa um boné para disfarçar o fato de os cabelos terem caído.

Ontem (21) ao empossar o novo comando militar do Paraguai, Lugo se deixou ser visto sem boné. O presidente trocou, pela quarta vez, em dois anos, os oficiais que dirigem o Exército, a Aeronáutica e a Marinha. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)