Dólar inverte posição e sobe 0,41%

SÃO PAULO, 22 de setembro de 2010 - Após apontar mínima de R$ 1,707 nesta manhã, a moeda norte-americana inverteu posição e há pouco, subia 0,41%, cotada a R$ 1,722 para venda. Mantendo a rotina o Banco Central (BC) comprou dólares no mercado de câmbio doméstico a R$ 1,722.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega informou hoje que o BC será o operador do Fundo Soberano no mercado de câmbio. O ministro garantiu ainda que a regulamentação para que o fundo possa comprar ou vender dólares está pronta.

O saldo da entrada e saída de dólares do País, fluxo cambial, está positivo em US$ 11,135 bilhões neste mês, até o último dia 17, segundo informou o BC.

Em uma agenda econômica com poucos indicadores, ganha destaque os números desfavoráveis do setor industrial europeu. As bolsas na Europa fecharam em baixa, destaque para notícias econômicas mais fracas e corporativas negativas, sustentando o viés de cautela do investidor diante da incerteza quanto ao desempenho da economia global, principalmente da norte-americana.

Nos Estados Unidos, o número de pedidos hipotecários na semana encerrada dia 10 de setembro recuou 1,4%, em base sazonalizada, em relação à semana anterior, segundo informou o Mortgage Bankers Association (MBA). Em base não ajustada, o índice aumentou 22,9%, por conta do feriado do dia do Trabalho (06) no país.

No Brasil, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que a confiança do consumidor brasileiro aumentou em setembro, com a avaliação sobre o presente atingindo recorde. O índice subiu 0,7% sobre agosto, para 121,7 pontos, com ajuste sazonal.

Vale ressaltar que hoje é o último dia para pedir a reserva das novas ações da Petrobras. A oferta pública está prevista para o final do mês. Amanhã será definido o preço dos novos papéis, que estreiam na segunda.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)