BRICs discutem moção a favor do Irã na ONU

SÃO PAULO, 22 de setembro de 2010 - Brasil, Rússia, Índia e China estão discutindo a apresentação de uma resolução contrária às sanções unilaterais ao Irã, que ocorreria durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, revelou nesta quarta-feira o chanceler brasileiro, Celso Amorim.

"Foi uma sugestão da Rússia. São várias resoluções (em debate) e esta é uma delas", disse Amorim à imprensa à margem da cúpula sobre as Metas do Milênio, nas Nações Unidas.

"A ideia de sanções unilaterais e de ingerência, especialmente em relação às questões que estão sendo tratadas pelo Conselho de Segurança, não nos agrada", acrescentou Amorim.

"Ao Brasil não parecem oportunas as sanções contra o Irã, mas foram acatadas porque são sanções multilaterais, que têm base legal", destacou Amorim sobre as sanções aprovadas pelo Conselho de Segurança há três meses.

Mas a resolução 1929 deixa aberta a possibilidade aos membros da ONU para reforçar as sanções caso estimem necessário.

As grandes potências mundiais (Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha) propuseram hoje ao Irã voltar à mesa de negociações.

(Redação com AFP - Agência IN)