74% dos varejistas de BH esperam melhores vendas em 2010

SÃO PAULO, 22 de setembro de 2010 - Pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), no período de 8 a 15 de setembro, com 200 empresários do varejo da região, apontou que 74% dos entrevistados esperam vendas melhores em 2010 que as do ano anterior. Apenas 6% esperam queda e 20% acreditam que elas dever ser iguais as do ano de 2009.

O ticket médio esperado por 54% dos lojistas entrevistados não deve ultrapassar os R$ 50. Para 32%, o valor do presente deve ficar entre R$ 51 e R$ 100, seguido de 11% que acreditam que as compras ficarão entre R$ 101 e R$ 250. Para 2% dos entrevistados as crianças receberão presentes acima de R$ 500 e 1% dos lojistas acham que o ticket deve variar entre R$ 251 e R$ 500.

De acordo com 79% dos entrevistados, a expectativa é de que os consumidores paguem suas compras parceladas no cartão de crédito, seguido das seguintes formas de pagamento: dinheiro (13%), crediário (3%), cartão de débito (1%), à vista no cartão de crédito (1%), cartão da própria loja (1%), cheque pré-datado (1%) e carnê (1%).

A estratégia mais utilizada pelos lojistas para atrair os clientes será uma vitrine atrativa de acordo com 34,34% dos entrevistados, seguida de desconto (27,27%), prazos de pagamento (11,11%), variedade de marcas e produtos (11,11%), outros (9,09%) que incluem brincadeiras para as crianças, bom atendimento, panfletagem e propaganda na TV e por último a distribuição de brindes (7,07%).

Produtos tradicionais como bonecas, brinquedos educativos, veículos, jogos e quebra cabeças continuarão sendo bastante procurados. Brinquedos relacionados a filmes e seriados do momento, vídeo games, bicicletas e eletrônicos também serão muito demandados. Os setores de confecção e calçados infantis e o ramo de livros infantis deverão ser impulsionados por esta data.

Para os lojistas aproveitarem a data é fundamental ter criatividade, investir na decoração e em atividades extras para atrair a garotada. "Além das atividades, como espaço para desenho e jogos, o sorteio de brindes e uma vitrine atrativa e bem elaborada são elementos que podem impulsionar as vendas" explicou o vice-presidente.

(Redação - Agência IN)