Prêmios dos DIs abrem sinalizando avanço no longo prazo

S O PAULO, 13 de setembro de 2010 - Os prêmios dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) de longo prazo abrem sinalizando avanço na BM&FBovespa. Há pouco, o DI com vencimento em janeiro de 2012 apontava taxa anual de 11,37%, contra 11,30% do ajuste anterior. O DI com vencimento em janeiro de 2013 projetava juro de 11,70%, contra 11,64% do último fechamento.

Para o Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco, os vencimentos mais longos sobem, por conta da surpresa positiva com dados da economia chinesa.

Segundo informou nesta segunda-feira o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS), o crescimento da produção industrial da China foi de 13,9% no mês de agosto de 2010. O indicador avançou 0,5% em relação ao resultado do mês anterior.

Por aqui, os agentes financeiros avaliam o boletim Focus revelando que a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 aumentou para 7,42% contra prognóstico de 7,34% na semana anterior. Segundo o documento, para o próximo ano, a previsão de expansão ficou inalterada, em 4,50%, pela 40ª semana seguida.

Em relação às apostas para a taxa básica de juros (Selic), os analistas mantiveram as projeções deste ano em 10,75% frente à previsão da semana anterior. Para 2011, o cenário teve alta, com a taxa em 11,75%, ante 11,50% na semana passada.

Por sua vez, a estimativa de inflação (IPCA) para 2010 recuou para 4,97%, ante 5,07%. Para o próximo ano, a taxa aumentou para 4,90%, ante 4,85% na semana anterior.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)