Inea lacra poços artesianos clandestinos em Jacarepaguá

São Paulo, 10 de setembro de 2010 - Agentes da Superintendência Regional da Baía da Guanabara do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), lacraram, nesta sexta-feira, em Jacarapaguá (Zona Oeste), dois poços artesianos clandestinos. Diariamente, eram extraídos irregularmente o equivalente a cerca de 150 mil litros de água, o que vinha provocando danos às casas da vizinhança da Avenida Salvador Allende.

Os fiscais constataram que os dois poços abasteciam cerca de 12 caminhões-pipa por dia. A retirada excessiva do lençol freático causou uma desestruturação do solo, ameaçando a estabilidade das residências do entorno.

O assunto foi denunciado ao Ministério Público Estadual, que solicitou a vistoria do local. Além do lacre dos poços, os proprietários do terreno foram notificados para não fazer uso ou negociar a água da fonte alternativa.

(Redação - JB OnLine)