Impulsionada por altas em NY, saca de arábica supera R$ 330

S O PAULO, 10 de setembro de 2010 - Os preços do arábica subiram em agosto no Brasil, impulsionados pelas altas na Bolsa de Nova York (ICE Futures). Nesse cenário, o volume de negócios realizados foi satisfatório. Em alguns momentos, no entanto, as cotações no Brasil foram pressionadas pelas baixas externas - no dia 24 de agosto, por exemplo, as cotações na Bolsa caíram 1.480 pontos.

Apesar disso, no dia 31 de agosto, o Indicador atingiu os R$ 323,31/saca de 60 kg. A média de agosto foi de R$ 313,93/saca de 60 kg, 3,8% maior que a de julho. Na ICE Futures, o contrato com vencimento em dezembro fechou o dia 31 de agosto a US$ 0,17960 por libra-peso, avanço de 3,8% em relação ao dia 2. O dólar teve média de R$ 1,76 em agosto, queda de 0,6% frente à julho.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

(Redação - Agência IN)