Safra de café cresce 19,6% e atinge 47,2 milhões de sacas

S O PAULO, 9 de setembro de 2010 - Os números de café beneficiado no Brasil, em 2010, apontam produção de 47,2 milhões de sacas de 60 quilos, de acordo com a terceira estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgada nesta quinta-feira. Esse valor representa aumento de 19,6% frente às 39,5 milhões de sacas do ano passado, resultado da bienalidade positiva da cultura, que é intercalada entre um ciclo alto e outro baixo.

O café tipo arábica (76,4% da produção total) está projetado em 36 milhões de sacas, contra 28,9 milhões do ano passado, com aumento de 24,9%. Já o conilon, ou robusta, representa 23,6% da produção brasileira, com 11,2 milhões de sacas. A maior produção está em Minas Gerais, que detém 52,3% do total nacional, sendo 99% do tipo arábica. O Espírito Santo vem em segundo lugar, com 21,3% da colheita de conilon do País.

A área de café em produção diminuiu 10 mil hectares (- 0,5%), saindo de 2,09 milhões de hectares, no ciclo passado, para 2,08 milhões. Está em produção, 90,8% da área plantada de café e o restante, em formação.

A pesquisa foi realizada no período de 15 a 28 de agosto, com instituições parceiras da Conab nos principais estados produtores do grão, como Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Paraná e Rondônia.

(SV - Agência IN)