Senadores definem pauta de votações do esforço concentrado

S O PAULO, 31 de agosto de 2010 - Os líderes partidários definiram, no início desta tarde, as matérias que deverão pautar a semana de esforço concentrado, que começa hoje, no Senado. A pauta deverá ser composta essencialmente pelas votações de autorizações de empréstimos para estados, acordos internacionais e indicações de autoridades (ministros de tribunais superiores e embaixadores). Também serão votados quatro projetos de lei sobre os quais há consenso entre os senadores.

Segundo o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), matérias polêmicas e emendas constitucionais ficaram de fora em função do baixo quórum. "Todas as mais de 40 matérias que escolhemos têm consenso. Com o quórum baixo é preciso que haja acordo, para evitar que a sessão caia e as votações fiquem prejudicadas", explicou o senador. Segundo ele, as autorizações de empréstimos devem ter prioridade na ordem do dia, porque os estados só podem contrair esses créditos até o dia 2 de setembro.

A ideia, segundo Jucá, é que tudo seja votado ainda hoje, de modo que fique para amanhã apenas questões de menor importância. "O esforço será para concentrar a votação no dia de hoje. Nós queremos liberar os senadores para a campanha", afirmou o líder.

Entre os projetos de lei que os senadores irão apreciar está o que regula casos de invalidez e incapacidade física nas Forças Armadas. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)