Santal apresenta edição comemorativa de máquinas

S O PAULO, 31 de agosto de 2010 - A Santal Equipamentos S/A, com sede em Ribeirão Preto (SP), completa 50 anos em 2010 e apresenta na Fenasucro/Agrocana, que acontece em Sertãozinho de hoje até 3 de setembro, edição comemorativa de suas máquinas. Ao todo foram produzidas uma colhedora de cana Santal Tandem SII, duas carregadoras de cana e dois transbordos, que originalmente são laranja ou verde, nas cores dourada e preta. Alguns destes equipamentos estarão expostos no estande da empresa na feira.

Outro destaque da empresa no evento será o excelente resultado que a colhedora de cana-de-açúcar Santal Tandem SII apresentou em campo desde que foi lançada, há um ano, na Agrocana 2009. A máquina, com projeto inovador e capacidade de colheita em todo tipo de canavial, tem vários diferenciais como: cabine segura e confortável, frentes intercambiáveis, caixa principal com 5 saídas e motor diesel 12 litros 1800rpm.

O motor, desenvolvido para atender as mais severas e diversas aplicações, é uma exclusividade da Santal Tandem SII no mercado e proporciona o ponto ideal de consumo e torque com rotação de trabalho de 1800rpm.

"Este motor garantiu alta performance com baixo custo operacional para nossos clientes, com consumo de combustível muito menor do que o da concorrência (aproximadamente 30%). Outros pontos fortes da máquina, comprovados em campo, foram: aumento da capacidade de produção, menor dano às gemas e durabilidade até cinco vezes maior do que os outros equipamentos disponíveis no mercado", afirma Arnaldo Adams Ribeiro Pinto, presidente da empresa.

A Tandem SII também é a primeira máquina do mercado projetada para atender colheitas em todos os espaçamentos existentes (1,40m, 1,50m, 1,0m e 1,10m através das frentes intercambiáveis). Sua cabine oferece muito mais conforto, visibilidade, ergonomia e ainda menores índices de ruído. Os comandos são todos próximos do operador, o design garante total ângulo de visão de operação e ainda conta com assento auxiliar que favorece, inclusive, o treinamento de novos operadores.

(Redação - Agência IN)