Prêmios dos DIs abrem sinalizando queda na BM&F

S O PAULO, 26 de agosto de 2010 - Os prêmios dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) abrem sinalizando queda. Na BM&FBovespa, o DI com vencimento em janeiro de 2012 apontava taxa anual de 11,28%, ante 11,31% do ajuste anterior. Janeiro de 2013 projetava juro de 11,36%, contra 11,40% do fechamento da véspera.

Para a equipe econômica do Bradesco a curva de juros futuros registra discreto fechamento em todos os vencimentos, corrigindo parte do movimento verificado ontem.

Na agenda doméstica desta manhã os agentes financeiros monitoram o resultado do Índice Nacional de Custo da Construção - M (INCC-M) que registrou, em agosto, taxa de variação de 0,22%, abaixo do resultado do mês anterior, de 0,62%, segundo informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Já o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a taxa de desemprego no Brasil caiu para 6,9% em julho, ante 7% em junho. Foi a menor taxa desde dezembro de 2009, a segunda menor leitura da história e o menor dado para um mês de julho da série histórica iniciada em 2002.

Ainda na pauta do dia a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) divulga, às 11 horas, os indicadores industriais - INA - NUCI, referente a julho.

(Maria de Lourdes Chagas - Agência IN)