Ministério prende uma pessoa por fraude na Previdência

S O PAULO, 31 de agosto de 2010 - A Força-Tarefa Previdenciária, integrada pelo Ministério da Previdência Social (MPS), pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, prendeu uma pessoa por fraude contra a previdência e cumpriu seis mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira em Barbacena (MG), segundo informou o MPS.

As investigações chegaram ao envolvimento de duas pessoas, sendo que as irregularidades remontam à década de 80, calculando-se que o prejuízo causado aos cofres públicos ultrapasse o R$ 13 milhões.

A operação é resultado de investigação iniciada em fevereiro para apurar denúncias de irregularidades na concessão de benefícios previdenciários na Agência da Previdência Social de Barbacena, em especial, o benefício do tipo pensão por morte.

De acordo com as investigações, a quadrilha transferia benefícios, normalmente e concedidos em outras localidades, principalmente no estado de São Paulo, para a Agência de Barbacena, onde eram utilizadas certidões falsas de diversos tipos (casamento, nascimento, morte, etc) para a obtenção do benefício de pensão por morte. Há também casos de fraudes em outras espécies de benefícios previdenciários.

A Operação Camaleão faz alusão ao réptil conhecido por mudar a sua cor para se adaptar a um ambiente ou a uma situação, tal como a estratégia de utilização de diferentes tipos de certidões nas fraudes, fazendo-se uma mesma pessoa passar-se por outra.

(Redação - Agência IN)