Lula diz que exportações brasileiras vão voltar a crescer

S O PAULO, 31 de agosto de 2010 - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, demonstrou ontem (30) confiança na recuperação da balança comercial brasileira, que vem registrando progressivo crescimento das importações em relação às exportações.

Lula destacou que a equipe econômica está atenta aos rumos do comércio exterior, fazendo reuniões frequentes para tratar do tema. "Estamos olhando isso. A cada dez ou 15 dias eu me reúno com o ministro Guido Mantega [Fazenda], com o ministro Miguel Jorge [Desenvolvimento], com o presidente do Banco Central [Henrique Meirelles] e a gente está acompanhando [o comportamento da balança comercial]", disse Lula, ao participar de um evento beneficente no Theatro Municipal do Rio.

"Vamos fazer todos os gestos possíveis para a economia brasileira continuar crescendo e nenhum gesto para atrapalhar o comércio mundial. O que nós queremos é que flua o comércio. Que os Estados Unidos voltem a importar. Que a Europa volte a importar para que a gente possa equilibrar a economia mundial e todo mundo voltar a crescer", afirmou Lula.

Perguntado sobre o processo de capitalização da Petrobras, o presidente não quis adiantar nada. Afirmou apenas que a decisão está próxima. "Esse é um assunto tão delicado que não ouso dar palpite antes de ter uma decisão. Acredito que a decisão está muito próxima. Há interesses de todos setores do governo de fazer isso o mais rápido possível. Acho que por estes dias haverá o anúncio".

Lula participou de um show beneficente promovido em prol do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan). O presidente estava acompanhado pelo governador do estado, Sergio Cabral, pelo prefeito Eduardo Paes e pelo empresário Eike Batista, que doou R$ 4,5 milhões para promover melhorias nos ambulatórios das colônias de Curupaiti e Itaboraí, no estado do Rio, e na construção de um museu sobre a doença. As informações são da Agência Brasil.

(Redação - Agência IN)