IPC-S sobe para -0,08% na quarta semana de agosto

S O PAULO, 1 de setembro de 2010 - O IPC-S de 31 de agosto de 2010 apresentou variação de -0,08%, taxa 0,09 ponto percentual (p.p.) acima da registrada na última divulgação, segundo dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Com este resultado, o IPC-S acumula alta de 3,34%, no ano e 4,07%, nos últimos 12 meses.

A principal contribuição para a aceleração do IPC-S partiu do grupo Alimentação, cuja taxa passou de -0,94% para -0,64%. Nesta classe de despesa, alguns alimentos in natura, tais como Hortaliças e Legumes, passaram de -7,94% para -6,76% e Frutas que apresentou variação de -2,58% para -2,46%, registraram quedas menos intensas.

Os grupos Vestuário (de -0,84% para -0,40%), Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,17% para 0,25%) e Habitação (de 0,23% para 0,26%) também contribuíram para o avanço da taxa do IPC-S. Os itens com maior influência em cada uma destas classes de despesa foram: Roupas (de -1,46% para -0,98%), Medicamentos em Geral (de -0,32% para -0,01%) e Mobiliário (de 0,48% para 1,44%), nesta ordem.

Em contrapartida, os grupos Despesas Diversas passaram de 0,47% para 0,09%, Transportes de 0,23% para 0,15% e Educação, Leitura e Recreação de -0,05% para -0,07% apresentaram decréscimos em suas taxas de variação. Em cada uma dessas classes de despesa, os principais destaques foram: Cigarros de 0,72% para 0,00%, Álcool Combustível de 5,11% para 3,16% e Curso de Informática de 0,21% para -0,37%, respectivamente.

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 07 de setembro de 2010, está prevista para 08 de setembro de 2010.

(NM - Agência IN)