Brasileiros ainda têm medo de fazer compras on-line

S O PAULO, 27 de agosto de 2010 - A empresa de segurança Site Blindado fez um levantamento pelo qual 30% dos internautas não compram pela internet por insegurança. A avaliação "Perfil da Internet Brasileira" visou descobrir o número de pessoas que confiam no internet banking e realiza transações online, em comparação com a quantidade de internautas que compram na web, para entender o comportamento de quem costuma usar a internet para compras e transações.

Há 40 milhões de brasileiros que usam internet banking e 17,6 milhões de e-consumidores. Foram entrevistado 4 mil internautas de 18 a 40 anos. A sondagem revela que os principais motivos que inibem o consumidor a comprar online são a insegurança, medo de não receber o produto, problemas com possíveis trocas e o pagamento de frete. Por outro lado, o que motiva a compra virtual é o acesso 24 horas e a comodidade.

A pesquisa aponta ainda que a decisão da primeira compra online está ligada ao hábito de acessar extratos bancários, comparar preços em sites e também referências de compras de amigos e parentes.

O perito em crimes virtuais, Wanderson Castilho, indica atitudes que tranqüilizem os futuros e-consumers: manter o antivírus atualizado, certificar se a empresa existe fisicamente, notar se a página apresenta o cadeado no seu canto inferior e também a sigla httpss na barra de endereço, de preferência, optar por pagamentos via cartão de crédito e solicitar a entrega do produto antes do vencimento da fatura.

Já a especialista em direito digital, Patricia Peck Pinheiro, afirma que o internauta pode se sentir mais seguro se consultar o www.reclameaqui.com.br antes de realizar suas compras.

(Redação - Agência IN)