Bolsas europeias fecham em alta

S O PAULO, 23 de agosto de 2010 - Os principais índices acionários europeus terminaram a segunda-feira em alta, mesmo com indicadores econômicos mistos e temores quanto a situação dos Estados Unidos. Diante disso, ao final do pregão, o índice FTSE-100, de Londres, cresceu 0,76%, aos 5.234 pontos. O CAC-40, de Paris teve valorização de 0,77%, aos 3.553 pontos e o DAX, de Frankfurt, subiu 0,10% aos 6.010 pontos.

A agenda econômica do velho continente trouxe informações diversas da economia da região. O Índice Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) da atividade do setor de serviços da Alemanha subiu para 58,5 pontos no mês de agosto em relação aos 56,5 pontos do mês anterior. No setor manufatureiro, o indicador cresceu para 58,2 pontos neste mês, porém, o aumento foi inferior aos 61,2 pontos de julho.

Por outro lado, o mesmo indicador, só que na zona do euro, caiu para 55,6 pontos, ante 55,8 pontos de julho, enquanto que o indicador do setor manufatureiro recuou para 55 pontos, frente 56,7 pontos do mês anterior.

Já nos Estados Unidos, o índice da atividade manufatureira de Chicago retornou à sua média histórica de zero em julho, ante -0,70 ponto em junho.

Por fim, o desempenho das bolsas também foi influenciado pelas ações do setor farmacêutico. Em Londres, os papéis da Astra Zeneca tiveram alta de 1,46% e os da Glaxosmithkline ganhos de 1,74%.

(Redação - Agência IN)