AIEA faz visita a Israel

S O PAULO, 23 de agosto de 2010 - O diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, chegou nesta segunda-feira a Israel na primeira visita ao país desde que assumiu o cargo em dezembro, relatou a imprensa israelense.

O escritório do presidente Shimon Peres informou que os dois devem se encontrar na quarta-feira em Jerusalém. Segundo o site Ynet, Amato se reunirá igualmente com o diretor da Comissão Israelense para Energia Atômica, Shaul Horev.

A visita do chefe da AIEA deve ajudar a normalizar as relações entre Israel e a agência da ONU que estiveram tensas durante a liderança do egípcio Mohamed ElBaradei. O ex-chefe da AIEA visitou Israel duas vezes durante seu mandato, informou o jornal israelense Haaretz.

Israel jamais reconheceu possuir um arsenal nuclear, mas dois especialistas estrangeiros afirmam que o Estado hebreu tem entre 100 e 300 ogivas nucleares. Os dirigentes israelenses praticam a doutrina da "ambiguidade", que consiste em afirmar que seu país não será o "primeiro a introduzir o armamento nuclear no Oriente Médio".

Israel afirma que o Irã, suspeito, apesar de negar, de conduzir um programa nuclear com fins militares, representa uma ameaça à sua existência.

Inúmeros países da região, incluindo o Irã e a Síria, signatários do Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP) consideram que a comunidade internacional deve primeiramente se preocupar com o arsenal nuclear de Israel, não signatário do TNP e, por isso, isento de inspeções internacionais.

Amano havia indicado no final de julho que iria entrar pessoalmente em contato com as autoridades israelenses com o objetivo de persuadir o Estado hebreu a assinar o tratado.

(Redação com AFP - Agência IN)