Selic deve subir na próxima reunião do Copom, diz FGV

S O PAULO, 9 de agosto de 2010 - A projeção da taxa Selic para o fim do ano caiu de 11,50% para 11%, segundo dados do relatório Focus divulgado nesta segunda-feira. Apesar disso, o professor de finanças da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-EESP), Samy Dana, prevê alta para a Selic na próxima reunião do Copom.

"Acredito que haverá uma alta de 0,5 ponto percentual na próxima reunião. Isso deve ocorrer porque apesar de a inflação estar controlada, há déficit na balança comercial", explica Dana.

O relatório Focus também reduziu a projeção de inflação de 5,27% para 5,19%. "A projeção de queda da inflação indica que os preços tendem a cair, o que resulta no aumento do poder de compra do salário", diz o professor.

Dana recomenda para aqueles que dispõem de sobra de recursos no seu orçamento investir em títulos públicos do governo federal, que podem ser comprados pelo site do Tesouro Direto. "Já os financiamentos devem ser evitados, apenas indico o financiamento de imóveis por suas taxas atrativas", afirmou Dana.

(Redação - Agência IN)