Renda fixa registra resultados positivos em julho

S O PAULO, 16 de agosto de 2010 - Os indicadores do mercado de renda fixa tiveram desempenho positivo em julho, mostra o Boletim da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) e Renda Fixa divulgado hoje. O melhor resultado foi registrado pelo Índice de Mercado Anbima Geral (IMA-Geral), com uma variação positiva de 1,29%, acima, portanto, da taxa DI (0,86%).

Analisando os sub-índices que compõem o IMA, o IRF-M registrou variação de 1,63% no mês, com destaque para o IRF-M1+, cuja carteira é composta por títulos com prazo superior a um ano, que teve rentabilidade de 1,91% em julho.

O bom resultado alcançado pelos índices de renda fixa se deve, em grande medida, a dois fatores: a redução no ritmo de aumento da meta para a taxa Selic, e variações menores dos índices de inflação em julho, que alteraram as expectativas dos agentes no curto e médio prazos. Assim, os papéis com exposição a taxas prefixadas e que, portanto, tem uma maior exposição a risco de juros, registraram valorização expressiva na segunda metade do mês, especialmente aqueles de prazo mais longo, como pode ser observado nas estatísticas do IRF-M1+ e IMA-B5+, consolidadas neste Boletim.

Com relação aos títulos privados, continuam merecendo atenção os títulos de cessão de crédito relacionados ao setor imobiliário, cujo estoque registrado em julho cresceu 60,1% em relação ao mesmo período de 2009, com destaque para as CCI e LCI, que registraram variação no estoque de 73% e 58%, respectivamente. Quanto aos títulos bancários, as negociações de Certificados de Depósito Bancário (CDB) em julho registraram crescimento de 61,4% em relação ao mês anterior.

(MLC - Agência IN)