Prêmios de DIs fecham em queda no curto prazo

S O PAULO, 6 de agosto de 2010 - As projeções de juros embutidas nos Certificados de Depósito Interfinanceiro (CDI) negociados na BM&FBovespa fecharam com recuo no curto prazo e alta no longo prazo. O contrato de DI com vencimento em janeiro de 2011, encerrou com taxa anual de 10,78%, frente aos 10,80% do ajuste anterior. O mesmo foi o mais líquido, com 268,1 mil transações e giro de R$ 25,7 bilhões.

O contrato de DI de outubro de 2010 apontou taxa anual de 10,71%, contra 10,73% do último ajuste, após 8,4 mil operações e giro de 835,7 milhões. Já o contrato de DI com vencimento em janeiro de 2012 projetou taxa anual de 11,59%, ante 11,57% do fechamento anterior, com 198,4 mil negócios (R$ 17 bilhões).

O DI de janeiro de 2013 projetou taxa de 11,91%, contra 11,89% do último ajuste. O DI de janeiro de 2017 registrou juro de 11,86%, ante 11,83% do fechamento da quinta-feira (5).

(Elaine Cristina Adriano - Agência IN)